morreu-o-crioulo-portugues-de-cochim

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

morreu-o-crioulo-portugues-de-cochim

Mensagem  cdurão em Sab Jan 08, 2011 1:43 pm

http://www.hojelusofonia.com/morreu-o-crioulo-portugues-de-cochim/

Excerto:

"Porque é que a língua não passou para os descendentes?
No caso específico da família de Rosário, pode ter tido a ver com o facto de que a sua esposa não a fala, mas penso que, naquela época, o uso do Crioulo Português de Cochim já estava em declínio. O processo de abandono da língua, a nível comunitário, deve ter começado há muito tempo. As línguas são centrais para a identidade de cada comunidade, mas só sobrevivem a longo prazo se houver domínios da vida quotidiana em que possam ser utilizadas: no trabalho, na educação, na religião, etc."

Mágoa! E, olhado desde a Galiza, tb alarmante: isso está a acontecer cada dia na nossa Terra, bem o sabemos. Arreponhamo-nos contra quem está a perpetrar o nosso genocídio linguístico!

Carlos (não sei se é este o melhor sítio para isto...)

cdurão

Mensagens : 302
Data de inscrição : 26/12/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: morreu-o-crioulo-portugues-de-cochim

Mensagem  maria em Dom Jan 09, 2011 4:58 am

À espera de encontrarmos um lugar mais adequado para esta notícia ou outras semelhantes, deixo-vos um outro enlace do jornal Tribuna de Macau sobre a morte desta lingua. É uma entrevista interessantísima.
http://www.jtm.com.mo/view.asp?dT=358303008
Tenham alguma paciência porque às vezes não abre à primeira.
E também interpreto que a "diáspora" diz respeito aos galegos que não vivemos em território galego. Mas onde publicamos uma notícia como esta?
avatar
maria

Mensagens : 20
Data de inscrição : 27/12/2010
Idade : 45
Localização : Portimão-Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: morreu-o-crioulo-portugues-de-cochim

Mensagem  cdurão em Dom Jan 09, 2011 5:41 am

Muito bom artigo, Maria, obrigado; é fascinante saber da vitalidade da nossa língua em pontos tão longínquos e dispersos, ainda nas suas formas crioulizadas; e receio que este derradeiro seja o destino que nos reserva o EE na nossa "reserva"...

reitero aqui o que disse alhures a uma amiga: tenhamos os olhos bem abertos, mantenhamos a perspetiva, para medir as nossas forças; sabemos que, com a escusa da "crise" (por eles gerada), estão a "recortar" as autonomias, com o alvo de acabar com elas; a luita é agora à morte (pois a morte duma língua é a morte da comunidade que a leva em si): mas, se conseguirmos manter coesa a nossa comunidade de falantes, triunfaremos; e aqui, no portal A Nossa Língua, tb pomos o nosso grãozinho de areia.

cdurão

Mensagens : 302
Data de inscrição : 26/12/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: morreu-o-crioulo-portugues-de-cochim

Mensagem  maria em Dom Jan 09, 2011 5:57 am

Eu também achei interessantíssimo o artigo. Relativamente ao da vitalidade da nossa língua em lugares tão dispersos, um dia deveria registar as experiências e as ideias de colegas que viveram em Timor, com a licença deles. Este ano tenho dois. Contam vivências fascinantes.
Relativente a nós e à imensa maioria das línguas do mundo, já sabemos o destino que nos têm marcado: o galego para "objetores de consciência", como o Carvalho Calero disse num artigo, o galego nas suas "reservas indígenas"... A luta é à morte, com certeza, mas nós continuemos com a nossa, que ainda que os tempos não são chegados, também não estão passados, como escreveu algures o Vicente Risco.
avatar
maria

Mensagens : 20
Data de inscrição : 27/12/2010
Idade : 45
Localização : Portimão-Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: morreu-o-crioulo-portugues-de-cochim

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum