Estou a idealizar de mais o modelo suíço?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Estou a idealizar de mais o modelo suíço?

Mensagem  paulo em Seg Jun 06, 2011 11:21 am

Nestas cousas que eu escrevo, que nem dou para mim em quê é que ando nem desando, vou advertindo que empeço a gostar das sociedades lingüisticamente avançadas e respeitosas das suas línguas; nas origens dos meus interesses pela língua dos meus avós o meu nacionalismo um pouco naïf levava-me a um quase nazista desejo de sociedade monolingüe e a uma exacerbação das nações que falavam uma só língua. Islândia ou Suécia era maravilha... mas a Índia... não!. Shocked

Hoje gosto da diversidade nas nações e acredito mais romántica a ideia da pátria como consenso feito cada día, que como nos amores "não dea nada por feito" e tenha que ganhar um plebiscito cada día. Esse plebiscito não ganha Espanha nem a brincar, Iugoslávia findou-no em escarnifície, Bélgica tem días e França esvaziou-o com cruzadas e decretos...

É o modelo suíço tão gorentoso como estou a pensar?; essa Confederação Ibérica impossível pela estupidez centrista e periférica sería, porém, desejável?; sería aceite por todos nós uma Confederação Ibérica na qual desde crianças falassemos a língua territorial e mais uma outra do "país" (nós teriamos o galegoportuguês e a possibilidade do catalão ou do castelhano, e aínda o éuscaro que, sejamos francos, ninguém ía escolher)... É esse realmente um desejo tão ou aínda mais naïf do que aquele da língua única, da ilha perfeita, da sociedade composta de seres de mesma estatura, peso, ideais...?.

Não vou desenhar a bandeira desse chouso. Dessa veiga. Dessa história (estória). Ao melhor os retorromances não acreditam viver na terra dos pitufos felizes na qual eu vejo representada a Helvetia tão feitinha. Várias cousas conspiram contra a Confederação Ibérica (Portugaliza, Euskalherria, Països Catalans, Países Castellanos)... o tamanho sim importa (costuma ser assim): Suíça tem apenas sete milhões e meio de habitantes, Espanha + Portugal têm uns 56 milhões; á parte, Portugal não havia ganhar nada a desandar um caminho de liberdade que já fez. Quitado ademais que a origem da Confederação Helvética não foi contra ninguém, senão precisamente um facto pactado e amigavelmente tracejado. Uma cousa civilizada, enfim...

Nem que dizer que sobra o reizinho e sua capital. Nisto, como no desenho da bandeira do chouso, abstenho-me de pensar que por hoje bom foi.

::::::::::::::::::::

Em qualquer caso, o que me pergunto por se alguém conhece realmente qual é o modelo lingüístico da Suíça (eu só entrei na "wiki", nossa amiga) gostaría me ditaminase se o grau de civilidade é tal ou só fruto da idealização própria da ignorância (da minha, claro).

avatar
paulo

Mensagens : 117
Data de inscrição : 01/02/2011
Localização : sonhando com Dália

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estou a idealizar de mais o modelo suíço?

Mensagem  Gascon em Seg Jun 06, 2011 3:15 pm

Paulo:

... meus interesses pela língua dos meus avós ...

não tergiverses, meu, a “língua dos teus avós“, que, já agora, era tb a dos meus (agás no caso da minha avó gascona), soa muito a nacionalismo espanhol (inconsciente). Essa língua é tb tua, mesmo que nunca tivesses aprendido a falá-la. As línguas formam parte do património cultural e antropológico dum povo, nação ou comunidade concreta. Neste caso, a galega, é tua, mesmo que não quisseres falá-la ou escrevê-la.

A língua castelã, porém, não é nossa, mas foi-nos imposta, do mesmo jeito que a mim, por exemplo, se me impõe o inglês (por estar na Inglaterra). Ora, eu posso fazê-la minha, por integrar-me numa comunidade de fala inglesa. Mas ninguém discute a legitimidade do inglês, ou a do castelão, lá onde nasceram e se desenvolveram. Por que então haveriamos questionar a legitimidade do galego na Galiza? Por direito de “conquista“?

Enquanto houver membros da comunidade galegófona a reclamarem os seus direitos, não se pode questionar a sua legitimidade, e ainda menos com os argumentos deshumanizadores e ultra-neoliberales dos GABI


Recomendo-che as palestras do professor Cabrera, para te purgares um bocadinho desse teu nacionalismo espanhol ...

http://www.youtube.com/watch?v=qJpZgIR_J9E
avatar
Gascon

Mensagens : 142
Data de inscrição : 28/01/2011

Ver perfil do usuário http://ogalegodeseu.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estou a idealizar de mais o modelo suíço?

Mensagem  paulo em Seg Jun 06, 2011 4:46 pm

Conheço e gosto do discurso valente deste homem; olha que, embora tu deduzas um meu discurso espanholista noutras mensagens mais explícitas do que neste fío, é aquí que a pergunta que faço não atenta contra a língua dos meus avós (ou seja, também minha) já que quando falo em Suíça falo em línguas territoriais, já que todas o são, e daí vem a pergunta de ser possível estabelecer um mapa lingüístico no que todos os cidadãos ibéricos (vamos dizer espanhóis, que os portugueses já desfizeram a madeixa) falassem sua língua territorial e acrescentasem mais outra "nacional".

A resposta deste vídeo e de outros que eu próprio colei cá deste homem parece dizer que sim, que ele aderiria a adquisição de conhecimentos doutras línguas territoriais no conjunto das espanhas, embora não deixa certo ser o modelo desejável --para ele-- falar todas as línguas em toda a parte em plenitude de concorrência, ou chegar ao ponto do modelo suíço.

Em qualquer caso não vejo vontade nenhuma, no fascismo imperante na Espanha e nos séculos de extermínio de toda diferença, qualquer possibilidade de sucesso da minha amadissima armadilha cantonalista... Assim que outra argalhada haverá que fazer. pale

No que faz à supositada diferença entre minha língua ou língua dos meus avós tampouco não faria sentido nenhum: o modelo sería em qualquer caso territorial, nunca individual; daquela tanto tería ser minha língua materna a que for, ao morar eu em território galego.

O fío que abro é por ver se alguém acha aínda que é possível retelhar Espanha ou devemos empeçar com uma revolução de veludo, ao jeitinho Checo-Eslovaco... que é outro tipo de cousas que se podem fazer sem doer...

::::::::::::::::::::

Por certo, caro Gascón, sim tive a oportunidade de depreender de primeira mão galego: de criança eramos oito na minha casa; meus pais, minhas duas irmãs e eu próprio eramos castelhanofalantes, meus avós paternos e aínda minha bisavô, paterna também, falavam EXCLUSIVAMENTE galego. Na realidade não havia consciência de confronto, de transgressão nem problema nenhum, simplesmente eramos todos bilingües passivos. Outra cousa foi a recuperação da escrita na que ando aínda hoje, não sem trabalho.

Por outra parte, a língua na que me falava --e fala-- minha mãe tampouco de tudo pode ser-me alheia por muita imaginação que lhe botar.

avatar
paulo

Mensagens : 117
Data de inscrição : 01/02/2011
Localização : sonhando com Dália

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estou a idealizar de mais o modelo suíço?

Mensagem  Gascon em Qua Jun 08, 2011 3:10 pm

Repara no que dis, Paulo:

... o modelo sería em qualquer caso territorial, nunca individual ...

Contrapões o individual com o territorial, mas não com o nacional, como se não existissem nações! Mas talvez tenhas razão, e não existam nações. Ainda assim, o que não se pode negar em nenhum caso é a existência das comunidades humanas. Por que então não substituires o teu “territorial“ polo “comunitário“? Mui simples: porque estás a cair na armadilha do preconceito espanholista, e se admitires que existe uma comunidade galega, então terias que admitir que essa tem de ter uma língua propria, ou mesmo duas. No primeiro caso, estarias a negar a legitimidade do castelão, e consequentemente daquela que tu consideras língua própria, por a teres “mamado“ do berce. No segundo, estarias a admitir que uma comunidade humana, a galega, tem duas língua legítimas, o qual entra em conflito com a lógica. Como uma comunidade humana pode ter duas línguas? A história nos diz que quando isso acontece é por mor da conquista ou colonização por parte dum outro grupo humano (ou assimilação nele) ...


Por tanto, à luz do tema deste fio, penso que o modelo suiço não é possível para vós, porque a gente está-vos espanholizada até a médula, e não se decatam das incongruencias de aplicar duas varas de medida, uma para o espanhol, “universal“, “apolítico“, “não-nacionalista“, e outra para as línguas nacionais, ou como dis tu, apenas “territoriais“ ... cyclops

avatar
Gascon

Mensagens : 142
Data de inscrição : 28/01/2011

Ver perfil do usuário http://ogalegodeseu.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estou a idealizar de mais o modelo suíço?

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum