“AGAL disponibiliza na rede a wíki-FAQ do reintegracionismo”

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

“AGAL disponibiliza na rede a wíki-FAQ do reintegracionismo”

Mensagem  cdurão em Seg Jan 31, 2011 1:01 am


http://www.pglingua.org/agal/info-agal/3241-agal-disponibiliza-na-rede-a-wiki-faq-do-reintegracionismo

“Já é acessível na rede a wíki-FAQ do reintegracionismo, umha ferramenta que visa dar resposta às perguntas mais freqüentes acerca desta proposta.”
“Os materiais fôrom elaborados por Beatriz Peres Bieites, Eduardo Sanches Maragoto, José Ramom Flores das Seixas, Joseph Ghamine e Valentim Rodrigues Fagim.”
“A presente wíki-FAQ responde perguntas básicas do ideário reintegracionista, os quês e os porquês, mas também som fornecidas informaçons que facilitem a vida do novo reintegracionista; que ferramentas informáticas tem à mao, onde estám os centros sociais deste movimento, como ver televisons lusófonas via Internet ou via satélite, etc.”

(bem-vinda seja a Wiki; consulto:)

“Que é o reintegracionismo?
O reintegracionismo postula que o galego, o português e o brasileiro som variantes da mesma língua.”
“A palavra reintegracionismo deriva de reintegrar que quer dizer ‘integrar novamente‘.”

(comento que o lat. redintegrare quer dizer restaurar, renovar, reparar; continuo a procurar info.;
não topo ref. às Irmandades da Fala, nem à Associação de Amizade Galiza-Portugal, continuo:)

“Quem foi o primeiro reintegracionista. Quando aparece o reintegracionismo?
O reintegracionismo tal e como hoje o entendemos nasce entre finais dos anos 70 e princípios dos 80”

(faz-se como que o tal primeiro foi o Manifesto “dos 13 de Roma”, que é do 1974, mas não se menciona que foi precedido no 1972, pelo Boletim do Grupo de Trabalho Galego de Londres, que dizia claramente que “é o mesmo idioma, com variantes fonéticas e léxicas”; as cousas como são: toda essa info está no 1o Boletim da AGLP, à que pertence o presidente da Agal; sentidinho!)

Carlos

cdurão

Mensagens : 302
Data de inscrição : 26/12/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Falacia e fracaso

Mensagem  Gascon em Seg Jan 31, 2011 12:44 pm

E que conseguiu o reintegracionismo nestas últimas décadas? Continua afastado de qualquer poder normativizador, continua a ser ignorado pola grande maioria da povoaçóm galega, continua a ter umha existencia na marginalidade. O triunfo do isolacionismo testemunha do fracaso do reintegracionismo. Mesmo as reforminhas de 2003 som umha piada, umha bulra ao reintegracionismo.

E para além diso, o reintegracionismo, que nunca foi mais do que um dos dous termos do falaz binomio isolacionismo - reintegracionismo xa foi ultrapasado polo fundamentalismo lusista. Para que serve a norma AGAL? Para que serve se declarar reintegracionista sem aderir aos postulados ideológicos da AGLP e à sua ortodoxia lusólatra? Ser reintegracionista hoxe equivale a dizer que o galego é portugués, aliás, que deve ser escrito e mesmo falado coma o portugués, lingua que deve ter umha norma unificada para todo o seu espazo, em semelhanza da espanhola.

A radicalizaçóm do reintegracionismo, superado e absorvido hoxe no fundamentalismo lusista, supóm o seu fim. No proprio seio da AGAL estám instalados os fundamentalistas lusistas, esperando o momento adequado para dar cabo da sua proposta normativa.

Fica hoxe a velha falacia da questione della lingua galega redefinida na equaçóm desigual “isolopatia vs hiperlusolatria “. O canibalismo do reintegracionismo é apenas o resultado do seu fracaso. A hiperlusolatria dos fundamentalista s lusistas espelha o imobilismo da isolopatia galenhola e a indiferencia espanholeira da grande maioria dos galegos. É a desfeita total.


O reintegracionismo está morto (ou sublimado no éter maravilhoso da Lusofonia)

Morramos como galegos! Viva o galego de seu!

ogalegodeseu.blogspot.com/

avatar
Gascon

Mensagens : 142
Data de inscrição : 28/01/2011

Ver perfil do usuário http://ogalegodeseu.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: “AGAL disponibiliza na rede a wíki-FAQ do reintegracionismo”

Mensagem  cdurão em Ter Fev 01, 2011 12:39 am

Bem-vindo, Gascon! Deixo os teus comentos sobre “Para que serve a norma AGAL?” para quem a siga; o teu é isto: “Viva o galego de seu!”, e creio que lobrigo por onde andas, olha isto:

“Franco foi un bo home, don Manuel Fraga excepcional e Mariano Rajoy, un gran amigo meu. Como eles, son gallego (non galego) e español./“Eu digo unha cousa, eu son un alcalde de aldea, que fala coa xente, que fala en gallego (non galego, ese non o entendo) (http://www.xornal.com/artigo/2011/01/28/suplementos/contexto/virreis-concellos-galegos/2011012820130200476.html)

amarraitamarrom? No hard feelings!

Saudinha! (tentarei ver mais pelo miúdo o teu blogue, mas olha que vou estar fora um tempinho)

Carlos

cdurão

Mensagens : 302
Data de inscrição : 26/12/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: “AGAL disponibiliza na rede a wíki-FAQ do reintegracionismo”

Mensagem  Nambuangongo em Ter Fev 01, 2011 5:42 am

Gascon escreveu:

Morramos como galegos! Viva o galego de seu!


Sim, já vimos apercebendo desde há tempo o teu passo ao isolacionismo e a tua atitude suicida.

Isso explica os teus «xa» e «espazos». Galego de seu? ou de suyo?

Nesta tua nova metamorfose - e se fosse lusista radical diria que te transformas em barata - como cibercomentarista apresentas uma ortografia com a que pretendes dar na cabeça aos «lusópatas», mas não compreendes ainda por que continua a ser inaceitável para os isolinos de «hoxe».

Isso quanto a forma. Em conteúdo, lembrando velhos tempos de coforeiros no Vieiros, suponho que lembrarás a um tal Atlantico que escrevia uma listagem de insultos para os reintegracionistas. Ele não deu chegado a 100. Tu já superaste....

Parabéns!





Onde apreendeste a nobre arte no Harakiri? Nas ensinanças do sensei Venâncio?

Outros consideramos mais honorável continuar vivos nesta luta pola supervivência.
avatar
Nambuangongo

Mensagens : 188
Data de inscrição : 25/12/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

iso sim que é ser de seu!

Mensagem  Gascon em Ter Fev 01, 2011 3:04 pm

u r all right Carlos mate! O fulano ese de Bande dando a mesma vara sem pausa desde comezos dos anos setenta ... nom sei quem me fai lembrar ... iso sim que é ser de seu!

avatar
Gascon

Mensagens : 142
Data de inscrição : 28/01/2011

Ver perfil do usuário http://ogalegodeseu.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: “AGAL disponibiliza na rede a wíki-FAQ do reintegracionismo”

Mensagem  Gascon em Ter Fev 01, 2011 3:16 pm

Nambu, tardache bem menos do que esperava em me chamar de isolacionista. Agora apenas preciso de atopar o foro ajeitado de isolopatas pra lhes dar a minha visóm e ver quanto tardam em me chamar de lusista aportuguesado. Iso apenas para confirmar a minha hipótese sobre a falacia da questione della lingua galega, tal como vem sendo explicada em termos de isolacionismo vs reintegracionismo. Esa falacia que comeza quando o portugués aquele da cal sugeriu que o galego devia adoutar o portugués padrom como nivel culto, ou quando o Carvalho Calero dixo iso de o galego será galego-português ou galego-espanhol, ou quando o asturiano aquele que nom sabia nem puto de galego argalhou o baralhete galenhol.

Vós lusólatras nom sondes mais que o instrumento mais afortunado que puido cair nas maus dos isolopatas. Sondes vós que lhes fornecedes com argumentos e desculpas para continuarem a argalhar o seu baralhete galenhol.

Mas para xa, vai apontando: ainda nom atopei nenhum isolopata que afirme o seu postulado isolopata tam rotundamente e com tanta fe inamobivel coma vós sostendes o voso. Niso sondes vós mais patéticos.

Vós estades xa ultrapasados, Nambu, porque nom tendes relevancia nenhuma na sociedade, porque estades atados de pes e maus pola vosa ortodoxia extremo lusista (esa que diz “uma língua, uma norma, uma ortografia“) e pola vosa neurose que vos leva em queda livre cara o eter lusólatra, empurrando-vos uns aos outros no voso isolamento lusista.

Vós xa nom credes no galego, como tampouco nunca crerom os isolopatas. Sodes as duas faces da mesma moeda, a negaçóm da galeguidade. E nenhúm de vós me dá liçóns de dignidade nem de honorabilidade. Por enquanto, continuade na procura do voso Graal, seica está agardando por vós na Amazonia, ou mesmo em Pandora (ali poderedes respirar bem o ar, que tem a composiçóm ideal pra vós, seres azulados de tres metros e meio que loitades em bestas aladas para liberar um povo que apenas nos vosos ensonhos vos entende e agarda) mas quem é alquimista sabe onde atopar o ouro verdadeiro, ese que vós desprezades ou xulgades nom ser bom ou “útil“ davondo, embora sexa o único que tiverom os galegos, e que lhes deu o seu valor como povo.
avatar
Gascon

Mensagens : 142
Data de inscrição : 28/01/2011

Ver perfil do usuário http://ogalegodeseu.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: “AGAL disponibiliza na rede a wíki-FAQ do reintegracionismo”

Mensagem  Nambuangongo em Ter Fev 01, 2011 4:42 pm

Manifesto contra o lusismo radical

1. Via institucional.
A Real Academia Gallega é a única autoridade linguística na Galiza. AGAL e AGLP devem auto-clausurar-se e desaparecerem, pois não têm autoridade linguística nenhuma nem representam a ninguém. A única via válida para o reintegracionismo é incorporar-se à RAG.

2. Relações institucionais perigosas.
O reintegracionismo deve evitar qualquer relacionamento com as academias portuguesa e brasileira, por serem instituições anacrônicas, conservadoras e sem nenhuma autoridade linguística. O inter-relacionamento e colaboração com elas é nefasto para a Galiza. Assim mesmo, o reintegracionismo deve opor-se à entrada da Galiza nesse clube de funcionários chupistas chamado CPLP.

3. Acordos ortográficos.
O reintegracionismo deve opor-se frontalmente a qualquer acordo ortográfico de unificação normativa, e especialmente ao de 1990, muito prejudicial para os galegos. Ortografias e vocabulários comuns são impossíveis na nossa língua.

4. Ortografia galega genuína.
O reintegracionismo deve criar e fomentar um padrão ortográfico próprio, divergente da lusofonia e baseado nas atuais NOMIGA. Essa ortografia não poderá ser definida de vez, senão será aproximada em sucessivos passos que irão definindo várias ortografias de transição desde as NOMIGA atuais até a ortografia definitiva, e sempre em consenso com o isolacionismo.

5. Modelo linguístico nacional galego.
Debem ser desbotados todos os traços dos dialetos galegos coincidentes com a lusofonia, priorizando os traços dialetais diferencialistas. Assim mesmo, ficará totalmente proibido o uso de léxico, fraseologia ou qualquer outro traço português ou brasileiro não habitual na Galiza.



Contra o reintegracionismo fracassado e marginal, afastado de qualquer poder normativizador, ignorado e detestado polos galegos, e absorbido polos lusópatas e a sua ortodoxia lusólatra, fundamentalistas da hiperlusolatria mais patética, irrelevantes na sociedade, atados a ortodoxia extremo lusista, neuróticos no isolamento lusista, negadores da galeguidade, sem dignidade nem honorabilidade, à procura do Graal escondido na Amazônia.

Morramos como galegos!!! Viva o galego de seu!! Vivam os alquimistas!!!



Gascon, desta volta assinas o manifesto, ou temos que aguardar a que te passes ao Ñ ?
avatar
Nambuangongo

Mensagens : 188
Data de inscrição : 25/12/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: “AGAL disponibiliza na rede a wíki-FAQ do reintegracionismo”

Mensagem  Gascon em Ter Fev 01, 2011 5:08 pm

Nambu, desta vez a tua resposta é bastante pobre, e de facto é umha copia dumha entrada que fixeche no finado PGL. E que respondim ponto por ponto:

http://www.pglingua.org/foros/viewtopic.php?f=1&t=2196

Ese teu manifesto é produto da tua neurose hiperlusólatra, da paranoia que vos fai ver inimigos em qualquer lugar onde nom se aceitarem os vosos artigos de fe. Eu rejeito tanto a lusopatia coma a isolopatia, porque ese binomio está a adulterar o cerne da questóm. O teu manifesto é umha caricatura da isololatria, bastante bem pintada, por sinal, mas devias-lha monstrar a um isolopata (e seica ele che faria umha tua ... ) e nom a mim.

E iso de eu me pasar ao “Ñ“ é-che xa o delirio meirande. Xa explicarei a minha proposta ortográfica em detalhe (pra que a leias ti e posibelmente mais ninguém, mas eu som-che onanista, que lhe queres), mas como escrevo no meu blogue “o galego de seu“

5. Principio de simplicidade ortográfica: a ortografia deve ser eminentemente foneticista e deve ser de base galego-portuguesa. Nom deve seguir o modelo espanhol nem submeter-se às desnecesarias complexidades da norma do padrão português.

http://ogalegodeseu.blogspot.com/2011/01/principios-normativizadores-do-galego.html

Aí dificilmente pode haver lugar para o símbolo do nacionalismo espaÑol. Nom desvaries mais, fai-te um favor, ou ...
avatar
Gascon

Mensagens : 142
Data de inscrição : 28/01/2011

Ver perfil do usuário http://ogalegodeseu.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: “AGAL disponibiliza na rede a wíki-FAQ do reintegracionismo”

Mensagem  Nambuangongo em Ter Fev 01, 2011 6:18 pm

Gascon, não te vejo muito ágil mentalmente, a ironia e os duplos sentidos é mais genuinamente galego do que qualquer ortografia. Evidentemente é uma cópia, mas não exata, o discurso continua a ser o mesmo, os insultos foram atualizados. Continuas sem compreender a minha mensagem?

Quanto ao princípio de «simplicidade ortográfica», como suponho que predicas com o exemplo, explica-nos por que escreves XA em lugar de JÁ, mas não BEZ ou BETH ou BES em lugar de VEZ, ou acentuas graficamente -ÇÓM (aliás, «O» fechado, talvez melhor -ÇÔM, não achas?) e não acentuas HISTORIA. Ai filhinho!!! Quão fácil é teorizar, mas a maioria da gente bate no chão quando quer pôr em prática as teorias elaboradas desde a liberdade que dá não ter ligações com os problemas da vida real, esses que logo as anulam.

Dá-lhe umas voltinhas a isso da ortografia, converte-te em «fetichista ortográfico» da neo-ortografia gasconiana, que será então quando caias da burra. Eu com 17 anos também che tinha a minha própria, como o Celso Emílio, o Manuel António, o Uxio, ou qualquer escritor galego que se preze. Na altura escrevia intuitivamente «coraçois» nos meus poemas de adolescente. Hoje escrevo «corações» e sei com total certeza o porquê, sem nenhuma hesitação, sem nada perdido e com muito ganhado.

Li os teus «PRINCIPIOS NORMATIVIZADORES DO GALEGO DE SEU», e sinceramente, Gascon, não estou de humor para comentar. Podes poupar a explicação da tua proposta ortográfica. Eu estou até o caralho de ortografias, e esta vida são dous dias, não os vou passar em resolver cousas resolvidas, nem em discutir com pessoas que só repetem uma e outra vez os seus monólogos e nunca escutam.

Por favor, deixa-me em paz, estou canso.
Que queres de mim? Se sou um pobre neurótico hiperluslólatra, esquece-me e continua o teu caminho.

Boa sorte (muita precisarás).
avatar
Nambuangongo

Mensagens : 188
Data de inscrição : 25/12/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Parabéns

Mensagem  Gascon em Qua Fev 02, 2011 9:49 am

Nambu, meu rei, primeiro de todo, tanto tem que eu comprenda ou nom “a tua mensagem“. Importa que o 99% dos galegos nem o comprende nem se interesa por ele. Eis o valor da tua mensaxe.

A minha proposta ortografica (que tampouco chegará a ninguém, iso xa o sei) basea-se em fazer as mínimas mudanzas necesarias para virar a ortografia espanhola da RAG-ILG em ortografia galega, ou galego-portuguesa, para falar na tua xiria. Com 7 ou 8 mudanzas que qualquer utente de galego RAG mais ou menos competente (que pertence a esa imensa maioria que ainda fica à espera de ser iluminada por vós) seria quem de aprender em umha ou duas horas. Nom vou entrar em detalhes aqui e agora, mas tem a sua lógica, e se se analizar a minha ortografia de hoxe se poderia ver umha consistencia explicavel para quem vinher da norma isolopata. Se a minha proposta, ou qualquer proposta similar, vinher a acontecer, o galego daria um paso de gigante para se descastelanizar e se regaleguizar, sem dar a sensaçóm de entreguismo ao portugués, que é o que ha que evitar namentres os galegos continuem imersos na lusofobia e isolopatia que mamam cada dia.

Decerto que os poderes isolopatas, liderados polos Ferrin, etc, iam se opor a esa reforma, mas os seus argumentos lusofobos ficariam esvaziados com a aparenza “galega“ e racionalidade didactica desta ortografia.

Mas nom todo é culpa dos isolopatas, porque os fundamentalistas adoradores da Deusa Unidade Lusófona, chegades e sobrades para boicotar qualquer proposta coma a minha. Sodes tam responsaveis da desfeita coma os isolopatas. Parabéns a todos vós.

Espero que comprendas agora a razóm para a cada vez menor simpatia que sinto por vós. Continuarei a escrever por estes e outros foros, mesmo que nom haxa ninguém a me ler. Tanto me tem. Eu nom som um guia do povo coma vós vos queredes, nem um iluminado que se guia pola fe. Polo que che toca, seica deverias tratar de apagar as minhas mensaxes, como xa fam no PGL quando me votam negativo e ocultam os meus comentarios, que nom devem ser vistos polos pobrinhos nom iniciados na vosa fe da Sacrosanta Lusofonia. Ou mesmo deverias encerrar a minha conta. Ou nom fazer nada, porque afinal eu som um pobrinho comentarista isolado, ou mesmo um troll.
avatar
Gascon

Mensagens : 142
Data de inscrição : 28/01/2011

Ver perfil do usuário http://ogalegodeseu.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: “AGAL disponibiliza na rede a wíki-FAQ do reintegracionismo”

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum