Sol de Carvalho: A função provocadora do artista

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Sol de Carvalho: A função provocadora do artista

Mensagem  Nambuangongo em Qui Jan 27, 2011 8:53 am


Com um olhar declaradamente do Sul e um passado orgulhosamente revolucionário, o documentarista social traz para a tela, entre outros, retratos de um país de futuro hipotecado pelo VIH/sida.





“Sou um mergulhador da vida. Não quero passar pela vida sem mergulhar nela. Não quero construir monumentos que não possa derrubar depois porque faz-te perder a liberdade.”
Entre a ditadura da verdade e a liberdade da ficção, Sol de Carvalho optou pela segunda.

Jornalista da Rádio Moçambique e da revista Tempo na era do partido único, o cineasta moçambicano percebeu-se incapaz de apresentar a realidade como facto, preferindo assumir-se como um transfigurador do real.

Com um olhar declaradamente do Sul e um passado orgulhosamente revolucionário, o documentarista social traz para a tela, entre outros, retratos de um país de futuro hipotecado pelo VIH/sida. Com ou sem claquete, gosta de provocar.

“Não descarto a minha função de artista que é ser provocador, questionar formas, conteúdos e mensagens para aprofundar a riqueza humana; ir ao real, transfigurá-lo e devolvê-lo às pessoas”, afirma em entrevista, concedida em Maputo, à jornalista Cristiana Pereira. Sol de Carvalho fala sobre o seu percurso, o cinema moçambicano, o papel dos doadores e do Estado nesta expressão artística.

Com mais de 20 filmes em carteira (O Jardim do Outro Homem, A Janela, O Búzio, As Teias da Aranha, etc.), Sol de Carvalho foi sócio fundador da produtora Ébano (juntamente com Pedro Pimenta e Licínio Azevedo), da qual se desligou posteriormente para montar a Promarte. As suas obras são conhecidas pelo cunho social, dedicando-se a temas como VIH/sida e violência doméstica, entre outros. Adepto dos processos participativos, tem um gosto particular pelas projecções junto das comunidades onde roda parte dos seus filmes.

A entrevista está publicada, na íntegra, na edição de janeiro da Revista África21.



Fonte: África 21
avatar
Nambuangongo

Mensagens : 188
Data de inscrição : 25/12/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum